Webmail

Governo realiza investimentos e substitui equipamentos que tinham mais de três décadas de uso no Sistema Italuís

Como parte das ações estruturantes desenvolvidas para melhorias na operação e prestação de serviços, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), nesta quarta-feira (20), concluiu a montagem de novos motores para a captação de água bruta do Sistema Italuís. São quatro novos motores que substituíram os antigos que estavam em operação há mais de três décadas.

“Obtivemos a autorização imediata do governador Flávio Dino para a consecução do Plano de Investimentos para melhorias no Sistema Italuís, constando da construção de uma linha de distribuição de 7 km de extensão e 13,8 Kv; manutenção de 11 transformadores de grande porte; aquisição e instalação de disjuntor tripolar para a subestação de 69 Kv; aquisição e montagem de novo conjunto motobomba para a captação; manutenção na Estação de Tratamento de Água; restauração dos Tanques de Alívio Unidirecional, que são dispositivos de proteção das adutoras; instalação de macromedidores e aquisição de quatro motores de 900 HP para a captação”, afirmou o presidente da Caema, Carlos Rogério Araújo.

Os novos equipamentos chegaram ao parque do Sistema Italuís em janeiro e para serem instalados, uma equipe operacional precisou fazer ajustes preliminares no sistema para que a substituição não afetasse o abastecimento. “Estas ações estão centradas na confiabilidade operacional do sistema, de modo a assegurar o abastecimento de água da cidade”, frisou Carlos Rogério Araújo.

De acordo com o gerente do Sistema Italuís, Fernando Pinheiro, com os novos motores em funcionamento será possível diminuir quase para zero os riscos de pane, além de elevar a confiabilidade do sistema de bombas na captação.

“O tempo exato que os motores antigos estavam em funcionamento na área da captação é de 38 anos. São equipamentos que se confundem com o início do Italuís, ou seja, já pediam por uma substituição, por já terem cumprido sua autonomia de trabalho durante todo este tempo”, contou Fernando Pinheiro.

Os motores WEG de 900-HP trabalham em alta rotação, alimentados por uma tensão de 4.160 volts, impulsionando as bombas de captação em faixa de uma velocidade de 1.185 rotações por minuto (RPM). O investimento feito pela Caema para adquirir as quatro novas unidades foi de R$ 3,6 milhões, incluindo compra, montagem e a instalação pela empresa fabricante.

“Os investimentos na captação somam-se a uma série de outras medidas e esforços já efetuados pela Companhia para que o Italuís cumpra com êxito o objetivo de levar mais água para capital, abastecendo aproximadamente 86% da população de São Luís”, detalhou o diretor de Operação e Manutenção da Caema, André dos Santos Paula.