Webmail

CAEMA incentiva doação de sangue e colaboradores abraçam a causa

Reforçando a importância da doação regular de sangue, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão promoveu, na última quarta-feira (29), a XXI Campanha Solidária, em parceria com o Centro de Hemoterapia e Hematologia do Maranhão (Hemomar), afim de sensibilizar e ampliar o número de doadores de sangue. As coletas foram realizadas no auditório da sede da Companhia e 35 funcionários ajudaram a manter o estoque do Hemocentro da capital abastecido.

“Fazer o bem sem ver a quem, é assim que enxergo a iniciativa”, enfatizou a servidora Gleycilene Carla Pavão que, pela segunda vez, aderiu à prática solidária para ajudar a salvar vidas. Gleycylene destacou que doou sangue pela primeira vez na Campanha anterior da instituição e que está motivada a dar os próximos passos realizando a doação de medula óssea.

Segundo o Ministério da Saúde, os investimentos do governo federal destinados a rede de sangue e hemoderivados é crescente ano a ano. Em 2018, R$ 1,3 bilhão foi convertido na modernização de unidades e qualificação de profissionais, redobrando-se os esforços para que também seja crescente o número de doadores, já que atualmente somente 1 a cada mil habitantes costumam fazer a doação. 

Para a coordenadora da coleta externa do Hemomar, Valma Costa, o serviço oferecido fora do Hemocentro facilita a decisão de quem pretende doar. “Todos os dias, nós precisamos reabastecer o Hemocentro, já que esta unidade atende os Socorrões, o Hospital Geral e também os hospitais particulares por todo o estado, o que acaba tornando a nossa demanda muito grande, indo na contramão a baixa adesão das doações voluntárias de sangue”, comentou. Valma falou que, além da Caema, o Hemomar conta com a colaboração de outras instituições para aumentar o número de bolsas que chegam.

Ao todo, 26 pessoas estavam aptas a doar, já que, embora a iniciativa seja 100% voluntária, o doador precisa ter entre 16 e 69 anos de idade, estar em boas condições de saúde e ter o peso mínimo de 50 kg. Jacira de Jesus França Santos Sousa, assistente social da CAEMA, enfatizou que há 21 anos a Caema procura o Hemomar em busca do serviço de coleta nas dependências da empresa e realiza internamente o trabalho de conscientização entre os colaboradores.  “O sentimento é de gratidão para com todos que compareceram nesta mobilização para fortalecer o laço em prol da vida. É uma atitude nobre que, se for adotada regularmente, pode favorecer a saúde e segurança da comunidade em geral, da mesma forma que, caso a gente se depare com os casos emergenciais, dentro ou fora, do nosso seio familiar, teremos onde recorrer prontamente, sem ter que movimentar, de última hora, uma força-tarefa. Outro ponto importante é que uma doação de sangue pode beneficiar até 4 pessoas”, concluiu.