Webmail

Barreirinhas recebe investimentos do Governo do Estado

A história dos moradores de Barreirinhas, ganhou um novo capítulo: as comunidades de Tapuio, Laranjeiras, Vila São José, Vila Santo Antônio e Cantinho contam, a partir de agora, com dois poços tubulares profundos de grande vazão, perfurados pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

Os dois novos poços foram postos em operação definitiva e entregue aos moradores nesta quarta-feira (20). Eles passam a integrar o sistema de abastecimento de água da cidade de Barreirinhas, como parte dos investimentos recentes feitos dentro do Programa Água Para Todos, do Governo do Estado, que vem diminuindo o déficit de água potável em várias regiões do interior do estado.

O poço P-01, localizado no povoado do Tapuio, vai atender cerca de 533 casas na localidade e no povoado Laranjeiras. Sua vazão total explora 16 mil litros de água por hora, suficiente para atender uma população de mais de 2.130 pessoas. O projeto de perfuração deste poço foi pensado para atender a população atual e, também, garantir atendimento no futuro, mesmo com um possível crescimento populacional.  Além da estruturação do poço para captação subterrânea, a CAEMA tomou outras providências para garantir que todos os moradores do local contem com água limpa em suas casas. O projeto contemplou, ainda, um grande reservatório com capacidade de armazenar 20 mil litros de água potável. Para envio direto as torneiras das residências dos moradores, foram implantados 9,8 quilômetros de redes finas e adutora. 329 novas ligações diretas também foram executadas dando a oportunidade para que todos os moradores recebam água deste poço.

A implantação do sistema de água no povoado Tapuio responde uma demanda de 50 anos. Antes dessas obras, o local nunca havia tido fornecimento de água encanada. Um problema que, segundo o presidente da Caema, André dos Santos Paula, precisou mais de sensibilidade para ser resolvido.

 “O Governo do Maranhão não deixa ninguém de fora. O investimento total foi de pouco mais de R$600 mil nas obras aqui no Tapuio. Além de ter resolvido a falta de água, o poço traz dignidade e saúde aos moradores”, disse o presidente.

Israel Silva Diniz, presidente da associação de moradores do Tapuio, disse que antes dos poços, os moradores não tinham acesso à água de qualidade. “Um ou outro morador tinha poço, então os que não tinham, enchiam os galões e levavam no carrinho de mão. A água também não era de qualidade. As pessoas estão muito felizes na nossa comunidade hoje. Agradeço imensamente ao Governador, agora, é só felicidade”, relatou.

O poço localizado no povoado São José tem uma vazão de 20.000 litros por hora e 48 metros de profundidade, levando água para cerca de 400 casas e mais de 1.600 pessoas naquela localidade. Também foram implantados aproximadamente 21.500 metros de rede de abastecimento e executadas 780 novas ligações domiciliares. A CAEMA também instalou um reservatório em estrutura de concreto e caixas de fibra, com capacidade de 20 mil litros cada um, capaz de abastecer os povoados de Vila São José, Vila Santo Antônio e Cantinho de maneira satisfatória até o ano de 2036. O valor total do investimento foi de mais de R$1 milhão.
A moradora da Vila São José, Neuza dos Reis Silva, descreveu como era antes de receber os equipamentos do Governo. “No começo, a gente bebia água do rio. A gente ia de canoa, atravessava o rio com os galões para buscar água em uma torneira da CAEMA lá do outro lado. Quando eu vi a água saindo da minha torneira, meu deu até vontade de chorar! Eu quero agradecer muito ao governador do estado, ele me disse que ia resolver e estou feliz que ele é homem de palavra. Ele resolveu”, relatou.